ANTIGO E PRIMITIVO RITO MAÇÔNICO ORIENTAL DE
MEMPHIS-MISRAÏM
 MAÇONARIA - ORIGEM
 A Maçonaria, também conhecida como Franco-Maçonaria, é uma Instituiçãao cuja origem remonta as
Antigas Confrarias de Construtores da Idade Média. Por sua vez, estes Construtores estiveram
estreitamente ligados aos Cavaleiros Templários e as suas associações de construtores, herdeiras das
associações monásticas da Europa Central e das corporações de construtores de Bizâncio, cuja origem
remonta as corporações romanas, fazendo com que, num primeiro plano, historicamente, a origem da
Franco-Maçonaria remonte ao século VI a.C. Nao obstante, no que diz respeito a sua origem e a fonte
que a inspirou, a Maçonaria possui raízes muito mais profundas. Em um estudo mais profundo, o
estudioso constatará que na antiga cidade de Memphis, no Egito, havia um deus-artífice, chamado
Ptah, que era o patrono dos arquitetos e artesãos, e que estes arquitetos e artesãos se reuniam em
corporações de ofício ou Confrarias. Portanto, a origem da Maçonaria está no Egito, na antiga cidade
de Memphis.

  O culto  ao deus-artífice, Ptah, e as Escolas de Mistérios do Egito tornaram-se muito famosos na
antigüidade e influenciaram muitos povos. Nestas Escolas, alguns adeptos atingiram os mais altos graus
de Iniciação. Dentre eles, podemos citar: Moisés, Pitágoras, Platão, etc.

  Cada Confraria tinha uma sede onde os artíficies, unidos por sentimentos de piedosa solidariedade, se
reuniam em determinados dias, para se confraternizar e para transmitir os segredos, zelosamente
guardados, da Arte de Construir. A reputação conquistada por estes Construtores fez com que eles
fossem requisitados e respeitados por todos.

  Após a queda de Roma, houve numerosas sublevações na ordem social, e o que restou
das Confrarias integrou-se com as Ordens Monásticas que se multiplicavam no meio cristão. Protegidos
pelas fortes paredes das Ordens Monásticas, refúgio seguro para a manutenção do Archote das Artes e
das Ciências, os Construtores se livraram da opressão e puderam circular com liberdade. A partir daí,
os Construtores começaram a contruir as igrejas e os monumentos dos séculos VI e VII, e,
gradativamente, a paz crescente da seguranca material e a migração dos artifícies permitiram que as
Antigas Confrarias de Construtores se reagrupassem.
Página inicial A.´.P.´.R.´.O.´.M.´.M.´.

Página inicial S::F::S::E::
Próxima página